www.pauloalceu.com.br
Paulo Alceu, coluna atualizada diariamente.
página inicial   newsletter   contato   biografia   publicidade
canais



pesquise
Coluna interna
E os bloqueadores?
2014-10-02

Terça-feira comentei na coluna sobre as suspeitas de um negócio rentável que percorria as unidades prisionais de Santa Catarina, a venda de celulares. O governador em exercício Nelson Schaeffer Martins confirmou a apreensão de vários aparelhos que estavam sendo utilizados por presidiários. Tanto que está sendo realizada uma varredura para localizar as ligações e ver se há envolvimento com os atentados. Ou seja, um comércio lucrativo porque não existem bloqueadores. Não pagaram a empresa contratada, que enviou várias notificações à Secretaria de Justiça até retirar os aparelhos. Aqui em Florianópolis foi em fevereiro. Inclusive havia determinação judicial para o pagamento. É altamente explosivo, pois dá condições de contato com o mundo externo. E daí vira uma guerra. Enquanto isso, o secretário da Justiça, Sadi Beck, por meio da assessoria, disse que não trata desse assunto. O Ministério Público defende a aquisição de bloqueadores e levanta suspeita sobre a locação. Aí há opiniões contrárias. Na compra o avanço tecnológico torna os equipamentos em curto prazo obsoletos, na locação a empresa contratada tem a obrigação de atualizá-los. Mas nem compra, nem aluguel aqui em Santa Catarina. E isso provoca uma insegurança permitindo de repente ações criminosas promovidas de dentro dos presídios. E não querem tratar desse assunto. Sem bloqueadores vamos continuar desprotegidos de facções criminosas...


Relembrando
2014-10-02

Foi durante a palestra no Grupo Lide do empresário Luiz Fernando Furlan, conselheiro da BR Foods, que o senador Casildo Maldaner lembrou de sua infância. Furlan destacou que tempos atrás o produto valioso na produção de porcos era a banha, e não a carne. Maldaner destacou que “antigamente, quando ia ao chiqueiro, a mãe mandava tomar banho antes de entrar em casa. Hoje a coisa avançou tanto que a gente tem que tomar banho antes de visitar os leitões", brincou o senador. Pois é as rígidas regras de sanidade na produção suína exigem cuidados especiais.


Dilema
2014-10-02

Assim que a criminalidade resolveu se manifestar colocou em xeque o governador Raimundo Colombo, que está afastado do cargo para dedicar-se à campanha. Foi inclusive acusado por seu adversário Paulo Bauer de não dar atenção ao terrorismo urbano ficando apenas na agenda eleitoral. Claro que voltar a função de governador num momento delicado revelaria mais envolvimento e determinação. Mas também poderia ser interpretado como um ato eleitoreiro. E o pior, desqualificaria o trabalho do governador em exercício, desembargador Nelson Schaeffer Martins, que Colombo elogiou. Chegou, sem vírgulas, a manifestar que Schaeffer Martins estaria fazendo um trabalho melhor do que ele faria, pois além de responder pelo governo é presidente do Tribunal de Justiça, acelerando as ações. Ou seja, Colombo embora afastado do cargo esta em constante contato com as forças de segurança e o próprio governador em exercício. Até porque esses atentados são questão de Estado e não de eleição.


Bombardeado
2014-10-02

As redes sociais não perdoaram o candidato petista Cláudio Vignatti por seus tropeços na língua portuguesa, que acabaram em parte nublando, durante o debate, suas convicções e propostas. Havia inclusive comentários de que Vignatti estudou português na escola do Lula, que na época possibilitou a aprovação automática, sem precisar de exames. Na verdade a maioria dos candidatos se desentendeu com o nosso idioma...


Cuidado
2014-10-02

E a Ambev terá que pagar R$ 1 milhão pela venda de cerveja, que diz não possuir álcool no rótulo, mas análises confirmaram a presença da substância. A decisão partiu do Tribunal de Justiça de Santa Catarina. Não deixa de ser perigoso, pois a pessoa bebe acreditando não ter álcool e depois pode provocar um acidente sem entender a verdadeira razão.


Pois é
2014-10-02

A assessoria do deputado Joares Ponticelli se manifestou destacando que na verdade o parlamentar está apoiando o governador em exercício Nelson Schaeffer Martins, que havia afirmando que o Estado vencerá essa guerra, referindo-se aos atentados criminosos. Ponticelli como presidente da Assembleia, só poderia ter esse tipo de comportamento diante de fatos que envolvem o Estado e não transformá-lo em material eleitoral, embora candidato adversário.


Lá e cá
2014-10-02

Por aqui o PMDB tem tudo para continuar sendo por mais quatro anos o protagonista da política catarinense. Já teve oito anos. De repente, dependendo das urnas, mais oito. Daí com Raimundo Colombo, mas com o partido participando ativamente do governo, começando pelo vice Pinho Moreira. Pois é, semelhante ao PT, que também está tentando garantir mais quatro anos. Ao todo poderão ser 16 diretamente no comando do país. No PT o alquimista é Lula. No PMDB catarinense Luiz Henrique da Silveira.


A vida segue

Nesta campanha eleitoral, além do trabalho dos marqueteiros, se sobressaiu o dos advogados, que estão batendo recordes no Tribunal Regional Eleitoral com pedidos de resposta, que por sinal nenhum foi concedido, até agora. É um verdadeiro bombardeio de ações.
2014-10-02




reportagem


Desativado

Enquanto estiver sendo efetuado o serviço de atualização do site este espaço será interrompido, voltando em breve. Obrigado
(leia mais)
artigos


Desativado
Enquanto estiver sendo efetuado o serviço de atualização do site este espaço será interrompido, voltando em breve. Obrigado
(leia mais)



Todos os direitos reservados - Paulo Alceu - www.pauloalceu.com.br
Criação e desenvolvimento: lagaporcilla