www.pauloalceu.com.br
Paulo Alceu, coluna atualizada diariamente.
página inicial   newsletter   contato   biografia   publicidade
canais



pesquise







Coluna do dia
22-05-2015

Diante de ajustes na economia, onde a incompetência do governo de gerir o dinheiro público está sacrificando a todos nós, a Câmara Federal, sem preocupação com críticas, aprova a construção de um shopping-center nas dependências do Parlamento em Brasília. Em países sérios quem falar isso terá que provar, pois ninguém irá acreditar. Está no projeto de ampliação que fez parte do programa de candidatura do atual presidente Eduardo Cunha. Por mais que os 273 deputados que avalizaram esse deboche tentem justificar que será um local de atendimento e não de compras é injustificável que tenha entrado na pauta de votação, principalmente, em momentos tão críticos como os atuais. Pelo menos 184 se sentiram envergonhados e votaram contra. Ou seja, o Parlamento esta semana dedicou parte do tempo em plenário discutindo a construção ou não de um shopping, com dinheiro público ou parceria público-privada. Um tempo precioso que deveria, isso sim, ser dedicado a temas mais profundos e vitais para o país. Definitivamente os parlamentares dos dias atuais não são nem de longe representantes do povo, mas sim de seus interesses mais próximos e diretos. E a cada dia piora ainda mais. Produzem absurdos em nome de um conforto incompatível com a realidade do cotidiano do cidadão. Perderam e faz algum tempo o título de autoridade e o respeito da maioria da população. Adquiram o talento de debochar de todos nós com ações como esse do shopping, piada de mau gosto.



22-05-2015

Com certeza existe algo de errado e que exige uma atenção redobrada das autoridades da Segurança Pública. Em período de indulto aumentam as ocorrências policiais. Em Florianópolis, no Dia das Mães, quando alguns apenados foram beneficiados com o programa os índices de furtos se avolumaram em algumas regiões da cidade. É fácil de localizar a razão. De repente a triagem está exigindo outro tratamento, até para não atingir os que realmente merecem a liberdade.

22-05-2015

Em audiência esta semana com o presidente da Assembleia, Gelson Merísio, integrantes da Associação dos Advogados Criminalistas de Santa – Catarina solicitaram que fosse elaborado um projeto de lei que impedisse a circulação de revistas, classificadas de vexatórias, em estabelecimentos prisionais em toda o Estado. Merísio ficou de analisar o pleito e estudar a elaboração de uma lei.

22-05-2015

A lei é interessante em vários aspectos, inclusive, no caráter educativo, pois a informação sobre a espécie e a origem do pescado que é servido em restaurantes, bares e similares acaba incentivando o consumo do pescado regional. Pelo menos essa foi uma das metas do deputado Dirceu Dresch ao apresentar o projeto de lei, que foi sancionado esta semana pelo governador. Os estabelecimentos terão agora 90 dias para se adaptar à Lei Estadual 16.623. A fiscalização na aplicação da legislação ficará a cargo do Procon.

22-05-2015

Mais uma voz no Parlamento em, defesa de uma revisão urgente do pacto federativo. A deputada Carmem Zanotto se dirigiu a comissão especial que foi instalada para debater uma nova forma de dividir o “bolo” da arrecadação de impostos, onde a União fica com 60%, cabendo as estados e municípios respectivamente 23% e 17%. “ Quem sofre com isso é a população, que precisa de serviços públicos de qualidade”, criticou a deputada do PPS, sugerindo aproveitar a Marcha dos Municípios, que acontecerá na próxima semana em Brasília, para tirar um texto de consenso, pois seguindo a parlamentar é preciso ouvir os prefeitos, que são os mais penalizados pela falta de recursos.

22-05-2015

A proposta é do deputado João Rodrigues, e já foi aprovada na Comissão de Desenvolvimento Urbano, impedindo que envolvidos ou condenados por crimes hediondos incluindo aí o tráfico de drogas são proibidos de participar do Programa Minha Casa Minha Vida. “A razão desse projeto é criar um critério de seleção para não colocar, no meio de um conjunto habitacional de famílias de bem, alguém que venha a comandar um tráfico de drogas, ameaçar ou retirar a vida de pessoas que ali residam.” Não deixa de ser uma forma de proteger as pessoas de bem que acabam prejudicadas num a disputa onde a demanda e bem maior que a oferta.

22-05-2015

Agora em maio, que ainda não terminou, o programa Juro Zero alcançou R$ 106 milhões em operações de concessão de crédito a microempreendedores individuais. Ou seja, 16 mil negócios saíram da informalidade, somente nos primeiros quatro meses do ano. Segundo o presidente do Badesc, Wellington Bielecki, que apresentou os resultados positivos ao secretário de Desenvolvimento Carlos Chiodini, comentou que o programa contribui significativamente para o resultado positivo da economia catarinense frente ao cenário nacional.

22-05-2015

O Dia Nacional de Respeito ao Contribuinte acontece, agora, na próxima segunda-feira, dia 25. Mas que respeito? Não é o fato apenas do Brasil ser o 14º país do mundo com a maior carga tributária. O mais indigesto disso tudo é que estamos também entre os países com o pior retorno dos valores arrecadados. É só ver a saúde, a educação a infraestrutura, a segurança. Quando as autoridades são cobradas a maioria reclama da falta de recursos. Que recursos? Dinheiro existe, mas é mal gerido ou muito bem desviado.

22-05-2015

Segunda-feira a ACIF junto com outras entidades promove o Bolo Tributário. Uma maneira de alertar a população sobre as altas cargas tributárias e conscientizá-la que o dinheiro poderia ser melhor aplicado. Mas isso a maioria sabe, e percebe do dia-a-dia da sobrevivência. Mas não deixa de ser uma iniciativa importante onde ficará claro quanto os impostos oneram os produtos e serviços. Não se trata de ser contra a cobrança de impostos, mas sim contra o “assalto” diário que sofremos sem compensações.

22-05-2015

Hoje é raro magistrados não participarem, pelo menos, de um curso de especialização. Há cada vez mais um interesse em aprimorar a atividade que exercem e avançar em conhecimento. Para se ter uma ideia, Santa Catarina tem mais de 100 magistrados com mestrado e cerca de quinze com doutorado. Um índice elogiável que tende a subir. Como expressou o desembargador Pedro Abreu, diretor da Academia Judicial “Temos uma magistratura jovem, vocacionada para o estudo e que aposta no conhecimento como uma ferramenta indispensável para dar as respostas que a cidadania espera do Judiciário, administrando justiça com sensibilidade, com profissionalismo e qualificação, tendo consciência de sua responsabilidade ética para a construção de uma sociedade justa e solidária”, destacou o desembargador Pedro Abreu, diretor da Academia Judicial.


22-05-2015

Não será surpresa se na votação em plenário dos processos contra os vereadores Badeko e Cesar Faria, nessa nova fase de investigação, o vereador Afrânio Bopré, que não pode votar por ser autor da denúncia, peça licença em nome do suplente Professor Josemir para que ele, sim, vote pela cassação de ambos. Até porque o vereador Ed já antecipou que apresentará seu relatório em separado. Ele foi o único da Comissão que votou contra o arquivamento.



A vida segue
Para evitar desgastes, já consolidados, a Comissão de Ética da Câmara de Florianópolis deveria agilizar os procedimentos em relação aos vereadores Badeko e Cesar Faria, a fim de dar uma resposta definitiva à sociedade.
22-05-2015


imprimir coluna do dia     indicar coluna do dia


Nota do leitor
Desempregados da atual crise!
09-03-2015

Boa tarde Paulo!
Esta crise econômica que iniciou no País certamente irá produzir muitos desempregos. Sou profissional liberal e, com a estabilidade da moeda, há cerca de uma década contratei a Maria como doméstica, pagando a ela o piso regional, recolhimento de INSS e FGTS, tudo conforme a lei.
O aumento do combustível e da energia me fez tomar a difícil decisão, qual seja, a de demitir Maria, uma eleitora fervorosa de Lula e de Dilma.
Nunca votei no PT, mas fico pensando nos tantos brasileiros que, como Maria, se iludiram com o discurso de ética, honestidade e de gestão competente que o marketing petista disseminou durante anos nas mentes e corações deste povo sofrido.
A "marolinha" vai vira um "tsunami" até o final deste ano 2015 e muitos perderão o emprego, principalmente aqueles que votaram na quadrilha flagrada pela Lava Jato.
Em tempo, parabéns à Polícia Federal, ao MPF e ao Judiciário Federal, em especial ao Juiz Sérgio Moro.


Fabiano Correia / Florianópolis

Ataques
09-03-2015

Sobre tua transcrição no ND de hoje (5/março) a respeito de manifestação de certo professor que te atacou, é de bom alvitre que ele deveria saber que no século XVIII certo filósofo francês de nome François Marie Arouet, mais conhecido como Voltaire, já dizia: "A ofensa é o argumento daqueles que não tem razão."
Um abraço do leitor

César Murilo Jacques Florianópolis.

Auxilio moradia
09-03-2015

Boa noite, prezado Jornalista, Paulo Alceu, venho por este parabenizá-lo do comentário desta noite , sobre a soma de deputados estaduais, que estão deixando de usar o auxílio-moradia.Uma vez que, o auxílio -moradia há muito deixou de lado, a verdadeira intenção para o qual foi criado. Espero que os dignos deputados da composição da Assembléia Legislativa de Santa Catarina , deem o exemplo para o resto do País, fazer o mesmo.E, que os recursos estes,não usados para este determinado fim, que não caiam em Fundo Perdido e sim, que sejam utilizados para a manutenção de escolas/clínicas e hospitais/delegacias de polícia. enfim que a utilidade dessa verba, tenha um melhor destino, do que , simplesmente , servir de alimento para a malandragem que gosta , de mamá deitado.Fique com Deus.

Marli Albuquerque Florianópolis

Professor , sim
09-03-2015

LAMENTAVEL NÃO FOI A FORMA COMO IMPEDIMOS QUE A COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA ADMITISSE A MEDIDA PROVISÓRIA 198/15. LAMENTAVEL É A FORMA COMO O GOVERNO TRATA SEUS SERVIDORES, LAMENTAVEL É COMO O GOVERNO, ME ASSALTA A MÃO ARMADA A MUITOS ANOS, LAMENTAVEL É VOCÊ OLHAR PARA SEU FILHO E DIZER QUE NÃO PODERÁ FAZER UM CURSO SUPERIOR PORQUE NÃO TEM COMO PAGAR A MENSALIDADE, LAMENTAVEL É VER A UNIVERSIDADE PUBLICA SER SOMENTE PARA OS RICOS, LAMENTAVEL E SER TRATADO COMO LIXO, LAMENTAVEL É VER A IMPRENSA VERMELHA EM TROCA DE VERBAS DE PROPAGANDA DEFENDER ESSES CORRUPTOS PERPETUOS DE SANTA CATARINA. LAMENTAVEL É NÃO VER A IMPRENSA FALAR DA OPERAÇÃO MOEDA VERDE, LAMENTAVEL É NÃO MAIS SE OUVIR FALAR SOBRE OS r$ 51.000.000,00 DESVIADOS DA CELESC SEM EXPLICAÇÃO DO VICE-GOVERNADOR. LAMENTAVEL É VER UMA CRICIUMA SITIADA POR BANDIDOS E A POLICIA BATENDO EM PROFESSORES. LAMENTAVEL É NÃO TER EM QUEM CONFIAR, ENFIM LAMENTAVEL É ALEM DE GANHAR POUCO AINDA É SER ROUBADO ATÉ NO DE PROTESTAR, E QUANDO FAZ ISTO A IMPRENSA NOS TRATA COMO BANDIDOS. COMO HOJE SOU TRATADO COMO BANDIDO, ME SINTO UM PRESIDENTE, UM GOVERNADOR ,UM SENADOR, UM DEPUTADO ETC. ETC. ETC.


MARCELO SPECK DA ROSA / criciuma

Tiro no pé
09-03-2015

Caro Paulo: Nada inteligente a atitude dos professores que estiveram na Assembléia para pressionar a retirada da Medida Provisória sobre a carreira do Magisterio. Sou professor ha 18 anos e nunca tivemos um dialogo tao aberto com a SED como agora. Todos os anos o Secretário de Educação passa em todas as regiões para ouvir, dialogar e buscar sugestões. Não muito tempo atras, tivemos um Secretario de Educação que ficou três anos sem receber o SINTE, isso sim é ditadura não agora. De modo que o dialogo e a negociação me parecem que encurtam o caminho para uma solução que todos almejamos e o que os professores fizeram na Comissão de Constituição foi mais um tiro no pé.


jandir fransozi / Santiago do Sul

Obfras do governo
09-03-2015

Gostaria de saber de você Paulo alcel merize. Porque quando fala da 403 dos ingleses. Agora q ta abandona não fala. O nome da construtora. Sera q era a pedido do Raimundo? Q antes se falava. Estamos cansados aqui nos ingleses de ver q vocês só falam o q o governo quer .CPI aqui e na ponte você não apóia. E dai ?

João Carlos gomes / florianopolis

Caos
09-03-2015

Tivemos a oportunidade acompanhar de perto o movimento reivindicatório justo da categoria.A insensibilidade governamental em ambas as esferas não atendendo pedidos de redução do preço do diesel e do ICMS não é a maior revolta da categoria mas sim a falta de respostas e respeito a pauta de reivindicações. Caminhamos para o caos.


Juarez Colpani / Chapeco


Nome: *


E-mail: *


Cidade: *
Fone: * ex: 00-0000-0000


Título: *


Mensagem: *





ir ao topo           voltar a página anterior
reportagem


Desativado

Enquanto estiver sendo efetuado o serviço de atualização do site este espaço será interrompido, voltando em breve. Obrigado
(leia mais)

artigos


Desativado
Enquanto estiver sendo efetuado o serviço de atualização do site este espaço será interrompido, voltando em breve. Obrigado
(leia mais)



Todos os direitos reservados - Paulo Alceu - www.pauloalceu.com.br
Criação e desenvolvimento: lagaporcilla